Menu

The Journey of Kaae 674

sleetcan6's blog

“Isso é Pra Um Casamento Ou Não?

Tratamento De Manchas Capaz E Seguro Até No Verão


Rio - Duas vezes por mês, a esquina das ruas do Ouvidor e do Mercado é do samba. Uma movimentação que aumenta ainda mais a frequência da revitalizada Rua do Rosário — e vem sendo liderada pelo batuque do grupo Samba do Ouvidor. A democrática roda dos rapazes ajudou a fazer com que a área, vizinha à Praça 15, mudasse de cara: outrora um deserto, hoje fervilha de opções gastronômicas e culturais.


Quem vai almoçar fica para o samba. “Começamos há 6 anos tocando na No entanto E No momento em que Eu Saio? (pela Via do Ouvidor) e nos chamavam de malucos: ‘Cara, pode apostar: ninguém vai lá visualizar vocês. Deu no que deu: hoje por aqui tá sempre cheio! ”, diz o cavaquinista e vocalista da trupe, Gabriel Cavalcante, vinte e sete anos, cujo repertório é formado por sambas bem antigos, de artistas como Candeia, Manacéia e Mestre Fuleiro.


Quem vai, recomenda — ainda mais por causa de tem o similarmente democrático batuque do restaurante Samba Caffé, ali mesmo pela Ouvidor (que expõe hoje hip hop na rodovia, para todos). “Tem cerveja gelada, gente formosa, sambas ótimos. E é uma novidade sair pra sambar num lugar histórico”, diz a pedagoga Erica Nunes, 33, moradora da Ilha do Governador. Pele Lisinha, Sem Cravos /p>

Tem quem venha até de outros estados. Como a advogada Ita Mendonça, 35, de Belém do Pará. “Vim no Carnaval e adorei. Para que pessoas quer desbravar a área, não faltam opções gastronômicas. Pela Ouvidor, tem lugares como o Antigamente e a Toca do Baiacu, que serve uma exótica feijoada marinha. Pertinho dali, tem a Estrada do Rosário.


  • Sete - Use apoio nos lábios pra adquirir a cor EXATA do batom e pra durar mais
  • Faça um chá de folhas de menta com água, deixe esfriar e insira pela água do teu banho
  • Firmar os tecidos, tratando a flacidez
  • quatro - Hidratar a pele com creme hidratante vegano
  • 098 Florir Projetado pra fazer com +Setenta Ideias Fantásticas E Práticas as cidades se transformem em florestas

Peixes, massas, pizzas e carnes espalham-se pelos cardápios de endereços como a Brasserie Rosário e o Lampadosa. Esse, por sinal, um dos preferidos da sambista Lu Carvalho, 44 anos. A sobrinha de Beth Carvalho lança o CD de estreia, ‘O Samba Que Eu Sei, e mora na longe Barra da Tijuca, contudo ainda frequenta a área. “Esse recinto é fantástico, parece que você está fora do Rio, uma delícia”, elogia. As três ruas são divisão da história do Manchas Na Pele Ressecada .


“O restaurantes da área foram montados em prédios do século 19, que eram farmácias, salões de barbeiros”, diz Simone de Almeida, sócia do Lampadosa. Lá, não tem música ao vivo, contudo rola som lugar com jazz. “Estamos dando glamour ao Centro. Cada rua daqui tem teu charme, que o samba faz ficar ainda maior”. 52,90 pra duas) a partir de meio-dia.



Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.